sábado, 16 de junho de 2012

Dormir e despertar para sonhar , fragmentos inspirados em Mario Quintana



Eu quero dormir. Será que o sono é uma fuga ou a esperança de encontrar o meu verdadeiro mundo em sonhos?

Não quero acordar. A vida é áspera. No conforto do travesseiro macio, minha alma repousa fascinada com a leveza de sublimes sonhos.
 



Na vida, sou múltipla na intensidade do autêntico ser. Sou pessimista. Sou otimista. Sou triste. Sou feliz. Estou morta. Estou viva.

Vivo a simultaneidade de uma noite de sono com pesadelos e sonhos.

Quero somente despertar para um mundo novo.


(Cristiane Costa)


****************************************************
Inspirado em meus bocejos com desejos, decepções  e superações e, em Mario Quintana, meu poeta simultâneo.

Poemas de Mario Quintana e arte de Picasso (Esboço de Sleeping woman)


***********************************************************************************

Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver! 
- Você é louco?
- Não, sou poeta. 

O morto
Eu estava dormindo e me acordaram
E me encontrei, assim, num mundo estranho e louco...
E quando eu começava a compreendê-lo
Um pouco,
Já eram horas de dormir de novo!


(Simultaneidade, de Mario Quintana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário